Neste artigo você vai aprender um plano de 6 passos de como eliminar as objeções de compra e aumentar as vendas de seu negócio online. 

Você já se perguntou o motivo de algumas pessoas dizerem NÃO quando você oferece um produto ou serviço a eles?

Eu acredito que muitos empreendedores que hoje utilizam a internet como canal para gerar vendas passam pela fase de:

  • “As pessoas não compram de mim”;

ou

  • “Não querem mais comprar de mim”;

É algo muito frustrante não é mesmo?

Só de pensar que as contas estão chegando e as vendas não, começa a bater aquela preocupação e aquele momento de transe:

  • “O que é que eu vou fazer?”.

Muitos empreendedores passam por essa frustração, pelo simples fato de não saberem como eliminar as objeções de compra que seu potencial cliente possuí.

E neste artigo, você vai aprender quais são essas objeções e como você pode vence-las.

Leia para saber mais: 

6 passos de como eliminar as objeções de compra e vender mais

como eliminar objeções de compra

→ Objeção 1: Elas não confiam nelas mesmas

Isso mesmo, existem pessoas que já passaram por experiências tão desagradáveis que se sentem culpadas por não terem tido êxito em seus projetos. Por isso acreditam que nada mais pode resolver seus problemas.

Veja exemplo:

Existem empreendedores que já vivenciaram situações ruins, como experiências negativas com um determinado projeto que não gerou o resultado esperado por exemplo. Como consultor de vendas online eu ja passei por experiência negativas que me fizeram até pensar em não mais realizar consultoria.

Viver momentos ruins é inerente da vida. O jeito é aceitar e tirar o máximo de proveito do momento no que diz respeito a aprender com ele. 

Minha missão é mudar o pensamento desses empreendedores, mostrando a eles que existem métodos que possibilitam qualquer negócio de qualquer nicho a vender mais e melhor através da internet.

Para quebrar essa objeção, faça uma conexão com a história, do tipo: “Talvez você já tenha passado por alguma situação e esteja pensando que não seja mais possível. Mas eu acredito em você”.

→ Objeção 2: Você nunca perguntou o que eles  (seu público) querem

Eu acredito que esse seja o grande erro que 85% dos empreendedores hoje cometem. Não sabem o que seu público precisa, deseja, busca, sonha e assim por diante.

Essa realidade a meu ver é causada pelo fato de não investir em prepara o seu público para compra, pois para preparar é preciso conhecer.

Leia para saber mais: 

Uma grande ideia de produto surge de uma grande necessidade. Melhor dizendo, para seu produto ter sucesso, ele precisa resolver um problema. Mas infelizmente muitos empreendedores ainda não sabem dos problemas do seu público.

Seu público merece atenção especial, e para que você de essa atenção merecida, você precisa saber de suas necessidades melhor do que eles mesmo, para criar e ofertar o produto/serviço certo na hora certa, da forma certa, com a mensagem certa e assim vender mais e melhor.

→ Objeção 3: Você nunca mostrou como comprar

Você já passou pela situação de estar buscando por um produto na internet, e quando achou não adquiriu por falta de informação? Eu já e confesso que foi frustrante. 

Acredite, muitos empreendedores cometem esse erro bobo na internet.

A falta de informação é prejudicial para qualquer negócio, pois muitas vezes as pessoas querem aquele produto, e querem muito, mas não o compram pelo simples fato de não conter informações que os mostrem como comprar, que os direcione pelos passos de compra os deixando seguros.

Aqui no blog eu recebo alguns e-mails e comunicações via redes sociais perguntando por curso que eu indico para quem deseja iniciar no Marketing Digital e se dou algum bônus na compra do meu link. 

O que eu faço é responder cordialmente que indico fortemente o curso Fórmula Negócio Online na minha opinião o curso de criação de negócios digitais mais completo do mercado hoje e que ofereço como bônus o meu grupo de parceiros no facebook e uma consultoria comigo de 1 hora e meia para retirada de dúvidas. 

Isso é direcionar o público. Isso eu não faço somente quando me perguntam. Faço isso no vídeos que gravo para o youtube e em várias outras mensagem, pois sei que direcionar o público é fundamental. 

Se deseja saber mais acerca das minhas políticas de afiliação, cliquei e visite nossa página Transparência & Afiliações.

Leia para saber mais: 

Evite passar por esses problemas. Para que isso não aconteça com seu negócio online, relate os próximos passos do que será feito e como será feito.

Seja o mais claro possível.

→ Objeção 4: Elas não querem que você os ofereça

Talvez você esteja pensando:

“Como assim Alessandro, fiz uma pesquisa do meu público-alvo, sei dos problemas dele, encontrei um produto que ajuda solucionar sua dor, e você me diz que eles não querem o que eu os ofereça?”

Exatamente. E para que você não cometa esse erro de oferta, você precisa pensar nos sentimentos dessa pessoa.

Veja exemplo:

Um empreendedor que não consegue gerar vendas pela internet, não está apenas buscando vender mais… Os sentimentos dele é, desanimo, frustração, desespero, preocupação com o sustento da família etc.

Por isso minha missão é, entregar a ele as realizações que ele vai ter ao assistir a vídeo aula como criar sua presença online e vender mais.

Essa vídeo aula sem sombra de dúvidas vai ajuda-lo vender mais e melhor, e assim poderá ter uma empresa estabilizada, fornecer o conforto para sua família, não terá mais preocupações com os atrasos de contas, terá noites tranquilas de sono, etc.

Resumindo: Oferte a seu público as realizações que ele terá após adquirir o produto/serviço. Venda o que eles desejam, sonham, almejam e entregue o que eles precisam.

→ Objeção 5: Elas não confiam em você o suficiente

O que você faz quando uma pessoa não confia em você, porém você precisa passar confiança a ela, por se tratar de uma pessoa que faz parte do seu público-alvo?

Se a sua resposta foi: Tento provar a ela que sou uma pessoa de confiança. Eu te perguntaria, como?

Como você vai fazer isso?

Você já passou pela situação na qual um cliente perguntou o por que comprar de você e não de seu concorrente?

E se eles perguntassem, qual seria sua resposta?

A maioria dos empreendedores não sabem o que dizer, quando a pergunta é:

  • Qual o diferencial de seu negócio?
  • Qual é a sua proposta única de valor?

Eu iria ainda mais profundo com a seguinte pergunta:

  • Qual é o benefício final que o cliente terá ao compra o produto?

Isso mesmo. Quero que você empreendedor que lê esse artigo pense nisso.

Vou te dar um exemplo de benefício final, ok?

Imagine que você venda vestidos de noiva como afiliado digital.

O benefício intermediário proporcionado por você é uma noiva linda, maravilhosa, certo?

Mas o que a noiva deseja é o beneficio final que é:

Ser a noiva linda, maravilhosa, mas realizada e feliz por ver seu noivo agora marido com um sorriso acompanhado de lágrimas de emoção ao lhe ver, uma noiva que ficará nas memórias dos convidados seja parentes, amigos e conhecidos.

O benefício final é anos após o casamento, a memória do belo vestido estar viva na cabeça não só da noiva agora esposa e/ou do noivo agora marido, mas de todos os que compareceram.

Isso é benefício final e é o que deve ser vendido. 

Para quebrar essa objeção, existem métodos para que essa pergunta nem mesmo chegue a ser feita.

Que métodos são esses?

  • Construção de Autoridade: Gerando Valor para o seu público-alvo.
  • – Reciprocidade: Ajude as pessoas e desperte nelas o sentimento de que estão em débito com você.
  • – Prova Social: Expor os resultados que você conseguiu alcançar ou que ajudou alguém a alcançar.

→ Objeção 6: Eles acham que você não entende o que eles precisam

Muito semelhante a quarta objeção citada a cima, onde eles não querem o que você oferece, essa 6ª objeção também tem haver, com a questão dos sentimentos.

E para resolver isso, basta fazer um alinhamento do discurso.

Suponha que o produto seja algo para mães de primeira viagem.

– Sabemos que as mães de primeiras viagens buscam informações a todo momento, e sei bem disso, pois minha irmã quando engravidou da primeira filha não parava de buscar informações, e hoje grávida da segunda a qualquer dor, qualquer sintoma, qualquer dúvida, corre para pesquisar na internet.

Então você vai fazer um alinhamento do seu discurso para mães de primeira viagem. Dessa forma você cria uma conexão com seu público, e quebrar aquela objeção: “há, elas acham que eu não entendo”.

Dentro do alinhamento de discurso, você deve trabalhar a especificidade, algo do tipo (seguindo o mesmo exemplo), uma posição para amenizar dores, ou mesmo após o bebê nascer, um método que ajude a prevenir que o bebe tenha cólica e se sinta desconfortável, em fim. Especifique alguns métodos, mostre que você sabe do que está falando.

Recapitulando…

Aqui você aprender um plano de 6 passos de como eliminar as objeções de compra aumentando suas vendas.

As principais objeções que seu potencial cliente enfrenta são:

  1. Não confiar neles mesmos;
  2. Você nunca perguntou o que eles querem;
  3. Você nunca mostrou como comprar;
  4. Eles não querem o que você oferece;
  5. Eles não confiam em você o suficiente;
  6. Eles acham que você não entende do que eles precisam.

Bom, agora que você já sabe como eliminar as objeções de compra do seu público-alvo e aumentar suas chances de vender mais e melhor. Eu tenho um bônus especial para você que ficou comigo até o final do artigo.

Que bônus é esse?

Você gostaria de descobrir os 4 passos de como aumentar as vendas do seu negócio na internet?

Pois bem, eu gravei uma vídeo aula onde eu mostro em detalhes como criar sua presença online, ser encontrado, gerar autoridade e vender mais pela internet em 4 passos. 

Clique aqui para assistir. Mas corra, pois não sei por quanto tempo vou deixar essa vídeo aula liberada.

Caso ao clicar ela já esteja fora do ar, me envia um e-mail para [email protected] que vejo a possibilidade de liberá-la para você por algumas horas, ok? 

Gostou deste conteúdo sobre como eliminar as objeções de compra?

Então compartilhe em suas redes sociais, e não deixe de comentar.

Então é isso, até a próxima e um grande abraço!